terça-feira, 4 de novembro de 2014

A propósito do alerta laranja

O meu avô materno era patrão de barco. A minha mãe conta que num dia de grande temporal, o meu avô ajoelhou-se e suplicou: "Santa Bárbara leva-me o barco, mas poupa-me os homens!" E a Santa Bárbara acudiu-lhe o pedido. Fodeu-lhe o barco e deixou os homens. A história teria mais impacto se tivesse acontecido em alto-mar. Mas o meu avô era proprietário de barcos rabelo. Subia e descia o Douro com pipos de vinho.

Possíveis 'Moral da história':

1 - Se é para pedir, pede tudo.
2 - O mais importante são as pessoas.
3 - Nunca devemos perder a fé.
4 - Ser marinheiro de água doce também tem a sua animação.
5 - Devemos olhar em volta e manter os pés bem assentes na terra.
6 - Se não tens lugar no mar, podes tentar safar-te no rio.
7 - A vida é demasiado curta para beber mau vinho.

8 comentários:

  1. Demasiado tarde para ser aceitável rir-me com tanta convicção.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca deveria ser demasiado tarde para rir :-)

      Eliminar
  2. Haja boa leitura da situação!! Mal ele sabia que ia ter tantos morais a história dele =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu avô ia gostar das morais todas. Acho :D

      Eliminar
  3. Mas que maravilha de post!
    Dos teus melhores, Compa! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Achas? Obrigada ;) Adoro a tua fotografia nova!

      Eliminar