sexta-feira, 27 de julho de 2012

quarta-feira, 25 de julho de 2012

A amizade é assim

Um amigo termina com a namorada e continuamos a ser amigos apesar de a ex-namorada ser muito mais fixe que ele.

É assim ou sopas!

Se é para me deixar viúva, tem que casar comigo. Como ele não quer, vai ter que se manter vivo.

terça-feira, 24 de julho de 2012

A felicidade ou qualquer coisa assim

O meu homem diz que sou uma privilegiada por conduzir uma viatura com ar condicionado e direcção assistida.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Se pudesse não ser assim

Vagas de calor, tal como as vagas de frio e o primeiro floco de neve na Serra da Estrela, são sinónimo de equipas de reportagem. Mas a mais incomodativa é a ronda às praias de norte a sul. Incomoda quem veraneia e incomoda o telespectador. Uma coisa é dar a conhecer a fraca forma ao público da praia que frequentamos, outra coisa é as nossas banhas tornarem-se conhecidas a nível nacional. Claro que há quem não se importe de dar uma palavrinha e quem não se sinta incomodado em apresentar-se de trajes menores ao povo de lá de casa e sem pensar nos traumas ou consequências disso.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Ai é assim que queres?

O universo odeia-me. Estou a exagerar. Odeia-me só um bocadinho. Não quer que eu seja totalmente feliz. Afasta-me do ruído verbal, mas não me dá o sol.Why can’t I have it all?

quinta-feira, 5 de julho de 2012

quarta-feira, 4 de julho de 2012

A continuar assim, morro e fica tudo por fazer

A que está, fala para caralho. A que pouco fala não está. A outra vai aparecendo. O do balcão é para onde está virado. Foda-se, não vai ser fácil sobreviver a isto.

É mais ou menos assim

Ver um urologista a comer com afinco uma banana.

Como assim?

Quero usufruir da depilação feita. Quero sol. Depilação em vão? Não, obrigada. Foda-se.

terça-feira, 3 de julho de 2012

Está tudo maluco ou é mesmo assim?

Foda-se. Ainda nem curti o Verão e já andam a profetizar as tendências Outono/Inverno. Quero dar largas aos néons da estação.

Férias ou assim

A ganhar coragem para conseguir fazer os metros finais. Foda-se. Ninguém merece.

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Há dias assim

Dormi pouco. Tenho sono. Dói-me o ombro esquerdo. O meu cabelo está uma merda. Foda-se. Odeio-o as segundas-feiras. Quero ir para casa.