sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Crónicas do Ginásio: o primeiro dia foi ontem

"Se a minha prima não for, vens comigo à aula de Body Pump?", perguntou a Z. Sim, claro - respondi. Mas a prima foi, óptimo. Pude dar andamento à minha intenção inicial: Agarrar-me às máquinas sem me sentir sozinha e indefesa no meio de armários.  

Fui de calções para verem o que a casa gasta. A casa gasta o S, na loucura gasta o M porque nem sempre chegam as mangas. No entanto, calço o 40. E isso já deve assustar qualquer coisinha. Dei também cumprimento à tradição de levar algo fluorescente. Devo ter uma costela sul-americana. Mas é só costela, a bunda não abunda por estes lados.
 
Tenho que usar calções mais curtos, não é?
Como o ponteiro teima em não subir, decidi-me pelo plano para aumento de massa muscular. Pedi à prima para mexer no computador, não queria repetir a desgraça. Mas fomos apanhadas pelo Bruno:

- Há quanto tempo não vem a um ginásio?
- Há um ano.
- Não pode começar já com esse plano. Tem que fazer a adaptação muscular. Se o fizer, amanhã, não se levanta!

Pronto, plano furado. Lá segui as indicações. Queria resolver isto o mais rápido possível. Não, não faço exercício por amor. Faço por interesse. Interessa-me não só chegar lúcida a uma idade avançada como também conseguir andar.

2 comentários:

  1. Devo dizer que... hoje não ando lá muito!! lololol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha, eu não estou melhor. Mas podia estar bem pior :D

      Eliminar