quinta-feira, 28 de março de 2013

Julgar a revista pela capa


Um dia destes que não hoje, talvez o faça para a semana, procederei à análise de capas das revistas cor-de-rosa. Normalmente só tenho acesso às capas porque recuso-me a gastar dinheiro neste tipo de publicações. Não posso falar em publicidade enganosa escarrapachada na capa, mas que há um exagero na escrita das chamadas da capa, há. Sei estas coisas porque leio as revistas à borla no dentista e no cabeleireiro. E o melhor local para as ler é no cabeleireiro, tem as edições da semana. No dentista, a coisa anda mais atrasada. Mas também são úteis para perceber como funcionam as revistas e basta ver a capa para perceber o que vai lá dentro: o drama de uma estrela ou VIP chunga é um drama relativo.

2 comentários:

  1. Investiga isso, por favor. E diz-me que ele tinha piolhos, por favor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E chatos, tem piolhos e chatos. Tenho a certeza!

      Eliminar